Geral

O que muda com a bandeira vermelha?

Comércio não essencial (atacadista) – até 25% de trabalhadores para atendimento com tele-entrega e drive-thru. Com atendimento presencial, em até quatro dias por semana e, no máximo, sete horas por dia entre 9h e 17h.

Comércio de rua de produto não essencial (varejista) – com até 25% dos trabalhadores. Pode funcionar com comércio eletrônico, tele-entrega, pegue e leve e drive-thru. Atendimento presencial pode funcionar até quatro dias por semana e, no máximo, sete horas por dia entre 9h e 17h.

Comércio de produto não essencial em shopping e centro comercial (varejista) – com até 25% dos trabalhadores no atendimento presencial, que deve funcionar até quatro dias por semana e, no máximo, sete horas por dia entre 9h e 17h. Também pode operar com comércio eletrônico, tele-entrega e drive-thru.

Comércio atacadista e varejista de produtos essenciais – até 50% de trabalhadores com atendimento presencial restrito, tele-entrega, pegue e leve e drive-thru.

Comércio varejista de produtos alimentícios (mercados, açougues, fruteiras e padarias) – até 50% de trabalhadores com atendimento presencial restrito, também pode operar com tele-entrega, pegue e leve e drive-thru.

Comércio de combustíveis – até 75% de trabalhadores com atendimento presencial sem aglomerações.

Comércio de veículos – até 25% de trabalhadores funcionamento com teleatendimento, até quatro dias por semana e, no máximo, sete horas por dia entre 9h e 17h.

Manutenção e reparação de veículos – até 25% de trabalhadores com atendimento presencial restrito.

Alimentação

Restaurantes a la carte, prato feito, buffet sem autosserviço – até 50% de trabalhadores e 25% de lotação, até cinco dias por semana e, no máximo, sete horas por dia entre 9h e 17h.
Restaurantes de autosserviço – fechados
Lanchonetes e lancherias – 50% de trabalhadores somente para tele-entrega, pegue e leve, drive-thru.
Hotéis e similares – 40% dos quartos. Nos estabelecimentos que ficam em beira de estradas, são 75% dos quartos disponíveis.

Serviços

Fechados: bares, pubs, cinema, entre outros.
Serviços de educação física (academias, centros de treinamento, estúdios e similares): 25% de trabalhadores,
Serviços de higiene pessoal (cabeleireiro e barbeiro): 25% de trabalhadores, atendimento individualizado, por ambiente (distanciamento de 4m entre clientes).
Petshop: 25% de trabalhadores, teleatendimento ou atendimento individual, sob agendamento tipo Pegue e leve.
Missas e serviços religiosos: ou máximo 30 pessoas ou 10% público.
Bancos, lotéricas e similares: 50% trabalhadores (ou normativa municipal).

Transportes

Transporte interurbano – 50% dos assentos da janela disponíveis.
Transporte coletivo – 50% da capacidade total do veículo. Nos seletivos, 50% dos assentos da janela.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios