Geral

Problema muito sério: já há falta de sedativos em hospitais do RS

Arita Bergmann

A falta de medicamentos anestésicos tem levado hospitais a suspenderem cirurgias eletivas (agendadas) e está no topo dos problemas. Também há muita dificuldade para comprar ou receber esses sedativos e anestésicos. Eles são usados em procedimentos com anestesia e em pacientes entubados. Como os infectados por coronavírus podem passar muitos dias na UTI, o consumo é acelerado. A Anvisa identificou que o gasto durante a pandemia é semelhante ao utilizado durante todo o ano de 2019.

A compra é de responsabilidade dos hospitais, mas a Secretaria Estadual da Saúde está preocupada. Segundo a secretária Arita Bergmann, hoje esse é o principal problema no enfrentamento da pandemia.

“O Estado preparou a rede, está fazendo todo o trabalho de orientação, tentando diminuir a velocidade do vírus, e aí aparece esse novo problema que é a questão da medicação. Muito preocupante” disse à Rário Gaúcha. “Esperamos que o Ministério da Saúde consiga importar medicação”, explicou.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios