Geral

Governo culpa funcionalismo público por “pobreza” e diz que privatização vai reduzir o ‘toma lá, dá cá’

Um documento intitulado “a reconstrução do Estado”, foi produzido pela secretaria de “desestatização”, comandada pelo bilionário Salim Mattar, e traça um plano de privatização. A apresentação de Power Point foi disponibilizada no site do Ministério da Economia. Ela faz um cálculo para culpar o “custo do funcionalismo” e a “má alocação de recursos” pela “desigualdade e pobreza” no Brasil. “Nós vamos na direção da liberal democracia. Nós vamos abrir a economia e vamos privatizar”, diz frase de Paulo Guedes.

Precisamos reduzir este estado gigantesco, obeso, lento, burocrático e oneroso para os pagadores de impostos que interfere na vida do cidadão e do empreendedor”, diz uma frase destacada de Mattar.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Governos criam concurso público, em qualquer esfera criam concursos públicos. O alvo destes concursos são os mesmos que pagam impostos, embora muitos concursos sejam apenas para alimentar os recursos dos cofres públicos com o valor das inscrições. No geral, passa em concurso quem se prepara, e uma fez passando, passa a ser um funcionário público, o qual não tem poder para gerir aumentos em seu salário, nem definir qual valor vai receber. Então o único culpado da existência dos funcionários públicos, é o próprio Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios