Geral

Visitas aos presos ainda canceladas

Um documento interno do Departamento Penitenciário Nacional alerta para o risco em rebelião em presídios por causa da suspensão das visitas. O documento prevê R$ 20 milhões para a compra de granadas, munição e sprays para conter possíveis tumultos. Hoje, o Depen publicou a suspensão por mais 30 dias, dos atendimentos de advogados e assistências religiosas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios