Geral

Ministro do STF compara Brasil à Alemanha de Hitler

Celso de Mello enviou mensagem aos demais ministros. Ele é relator do inquérito que investiga as acusações de Sergio Moro contra Bolsonaro

Na mensagem ele alerta que a “intervenção militar, como pretendida por bolsonaristas e outras lideranças que desprezam a liberdade e odeiam a democracia”, nada mais é “senão a instauração, no Brasil, de uma desprezível e abjeta ditadura militar!”.

“Guardadas as devidas proporções, o ‘ovo da serpente’, à semelhança do que ocorreu na República de Weimar (1919-1933) parece estar prestes a eclodir no Brasil. É preciso resistir à destruição da ordem democrática, para evitar o que ocorreu na República de Weimar quando Hitler, após eleito pelo voto popular e posteriormente nomeado pelo presidente Paul von Hindenburg como chanceler da Alemanha, não hesitou em romper e em nulificar a progressista, democrática e inovadora Constituição de Weimar, impondo ao país um sistema totalitário de Poder”, diz Celso de Mello.

O gabinete de Celso de Mello esclareceu neste domingo que a mensagem do ministro enviada a outros membros do STF não representa a posição da Corte. “A manifestação do ministro Celso foi exclusivamente pessoal”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios