Geral

Mas que tal essa continha, seu? Aumentou em quase seis vezes

Santiago – Lucimara Vargas pagava de 450 a 500 reais de luz e neste mês vieram 2.819. Ela procurou a RGE e foi informada que uma equipe irá no endereço fazer vistoria. Caso não se resolva o problema, ela pretende acionar o Procon. A aposentada Catarina Floriano também ficou surpresa ao receber a fatura de maio. Ela pagava (em média) 170 reais e na última fatura vieram 311. “Nem no verão eu pagava tanto assim”, diz. Ela pagou, mas vai reclamar. Veja mais no site do jornal Expresso.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Essa empresa, e outras tbm, a exemplo da telefonia, e não posso reclamar da CORSAN porque estão sempre à disposição e se trata com pessoal educado, atentos e que buscam o melhor para seus usuários; ao contrário, essa multinacional da energia elétrica faz de tudo para lucrar e vale dizer que começa pelos “enganos”, pois se sabe que “tentiando” ou “comendo pelas beiradas” se consegue muitos grãos para encher o papo! Lamentável que precisem fazer isso com as pessoas de menor poder aquisitivo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios