Geral

Hora e a vez do golpe dos nudes

O golpe é aplicado por presidiário de Montenegro

Com perfis fakes, o golpista monitora homens pelas redes e estabelece contatos como se fosse uma adolescente. Troca mensagens e manda fotos ou vídeos. Depois que a vítima também repassa imagens, o preso liga como se fosse o pai da jovem para exigir dinheiro ou denunciar.
Ele que utiliza duas pessoas para depositar valores. Os suspeitos usam nomes e imagens de policiais para simular investigações.

Policiais do Deic identificaram sete vítimas e cumprem mandados de prisão em Caxias do Sul e Farroupilha e Montenegro.
Os dois suspeitos de fornecerem contas bancárias para depósitos de dinheiro das vítimas foram presos. Foram exigidos valores de até 60 mil, mas a polícia comprovou pelo menos dois depósitos de 3 mil e 8 mil e 600. (Zero Hora)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios