Geral

Argélia: Menina é torturada até a morte durante sessão de exorcismo

Ilustração

O Ministério Público anunciou a prisão de um homem que pratica a ruqya, após a morte de uma menina “que sofreu maus-tratos durante uma sessão dentro de casa”. A menina morreu ao chegar ao hospital, onde foram constatados “sinais de golpes e queimaduras em seu corpo”. O motivo do exorcismo não foi informado.
Exorcistas costumam ser chamados para curar doentes, “expulsar o demônio”, proteger de mau-olhado ou ajudar mulheres estéreis. Apesar de o islã permitir a prática, muitos denunciam que ela é realizada com frequência por pessoas sem escrúpulos, que abusam dos doentes. (ZH)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios