Geral

RESUMÃO DO DIA: Brasil já registra 800 mortes por coronavírus

Coronavírus

O número de infectados chegou a 15.927.
Essas 800 mortes é um resultado que marca um aumento de 20% em relação a ontem, quando houve 667 óbitos. São Paulo concentra o maior número; 428. O estado é seguido por Rio (106), Pernambuco (46), Ceará (43) e Amazonas (30).

OUTROS ESTADOS
Também foram registradas mortes no Paraná (17), Santa Catarina (15), Bahia (15), Minas (14), Distrito Federal (12), Rio Grande do Norte (11), Maranhão (11), Rio Grande do Sul (10), Goiás (7), Espírito Santo (6), Pará (6), Piauí (5), Paraíba (4), Sergipe (4), Alagoas (2), Mato Grosso do Sul (2), Amapá (2), Acre (2), Rondônia (1), Roraima (1) e Mato Grosso (1).

Porto Alegre
Número de suspeitos em UTIs se estabiliza

Interrupção na curva de crescimento evita sobrecarga nos hospitais

O número de pacientes com diagnóstico confirmado ou suspeita em leitos de UTI se manteve estável ao longo da última semana. A proporção de casos em relação ao total de vagas permaneceu em 11%, com 59 registros até as 12h30min desta quarta(8); apenas um a mais na comparação com o mesmo dia da semana passada. (F: Zero Hora)

Porto Alegre é a quinta capital com maior incidência de coronavírus no Brasil. Número é mais alto do que o do Rio. Especialistas dizem que não há motivo para pânico.

Mudança nas regaras de isolamento
A partir da próxima segunda (13), os municípios e estados que não tiveram ultrapassado o percentual de 50% de ocupação dos serviços de saúde, podem iniciar uma transição para um formato onde apenas alguns grupos ficam em isolamento. A medida é recomendada desde que haja oferta de leitos e respiradores, Equipamentos de Proteção Individual (EPI). (Ministério da Saúde)

Estado tem muitas populações ribeirinhas

Pavor no Amazonas
À beira do colapso, Amazonas tem 95% de ocupação de UTIs e respiradores. O Estado tem 636 infectados pelo vírus e 23 mortes. Com mais de cem novos casos por dia, o Amazonas é um dos quatro Estados com indícios de transição para a fase de aceleração descontrolada de casos, ao lado de Ceará, São Paulo, Rio e Distrito Federal.

Moro confirma 1º caso de
coronavírus nas cadeias

O caso foi no Pará. Os internos que tiveram contato com ele serão monitorados e avaliados por uma equipe médica. O ministro da Justiça disse que a pessoa cumpre pena em regime semiaberto em Belém e apresentou sintomas leves ao voltar à unidade.

Duas mortes nas favelas
Duas maiores favelas do Rio, Rocinha e Manguinhos, registram primeiras mortes devido à pandemia.
Tuberculose – Para se ter uma ideia dos riscos, dados de 2015 sobre a Rocinha indicam que a favela registrou 372 casos por 100 mil habitantes, uma média de casos de tuberculose 11 vezes maior do que a média do país.

Foto: Diário de SM.

Santa Maria: Banco Itaú leva
multa de 22 mil por aglomerações

O principal problema tem sido as aglomerações nas filas de bancos e lotéricas, a exemplo do Itaú que foi autuado por duas vezes. As duas multas ultrapassam 22 mil. Caso tenha problema outra vez, o Ministério Público será notificado.

Agentes funerários:
Atividade de alto risco

Os cartórios brasileiros registraram 817 falecimentos por coronavírus ou sob suspeita até esta quarta, 8. (150 suspeitas e 667 confirmados). No RS, os cartórios registraram (no mesmo período) 11 certidões de óbitos, das quais nove confirmadas para coronavírus e duas sob suspeita.
São as mortes sob suspeita que geram temores de contaminação durante os sepultamentos, pois muitos resultados do teste saem só depois do funeral.

“Não é normal”, dizem coveiros
sobre trabalho em cemitérios

São Paulo – Nos cemitérios municipais da cidade mais atingida pelo coronavírus no Brasil, coveiros falam do salto no número de enterros e jornada de trabalho mais longa. Depois de 20 anos como agente sepultador, Manoel Norberto Pereira diz que o ritmo de trabalho nos cemitérios mudou desde a semana passada por causa da pandemia.

De volta para cadeia já!
Ministério Público quer que voltem pra cadeia na 31 presos por homicídios. Os réus foram soltos entre 6 e 31 de março, mas apenas 10 seriam do grupo de risco para coronavírus. A Corregedoria de Justiça afirma que cada caso deve ser avaliado pelas câmaras criminais.

Alento pela seca
Municípios gaúchos atingidos pela seca receberão mais de duas mil cestas básicas e 550 caixas d’água. A Defesa Civil deverá estender a distribuição para 72 cidades até a próxima quinta(9).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios