Geral

RESUMÃO DO DIA

Idosa é a sétima vítima de coronavírus no RS

Coronavírus: RS tem a sétima morte

O RS tem 418 casos confirmados da doença e sete mortos. Uma idosa de 73 anos é a sétima vítima. Esta 7ª morte é a segunda em Novo Hamburgo. As outras mortes foram em Porto Alegre (4) e Ivoti (1). O Estado tem 418 pessoas infectadas. No Brasil são 432 mortes e 10.278 casos.

Pico no RS – O pico do coronavírus deve ser entre junho e julho no RS, diz boletim do Ministério da Saúde. A chegada do inverno deve elevar os casos na Região Sul.

Itália: número diário de mortos
é o menor em duas semanas

O balanço representa uma redução de 25% em relação ao número de mortes anunciadas no sábado (4). Até o momento, quase 16 mil pessoas morreram devido ao coronavírus. A Itália já estuda uma retomada gradativa das atividades.

Começa a funcionar hospital
de campanha de MG

A unidade que irá atender pacientes com coronavírus vai funcionar a Região Metropolitana. A capital também terá seu hospital de campanha, na sede do centro de convenções e eventos Expominas. Mas o prazo de abertura ainda não foi definido. MG tem 498 casos confirmados. Os suspeitos já passam de 47 mil.

O jejum do presidente
Em dia de jejum, Bolsonaro só toma uma xícara de café e vê economia no beleléu, mas descarta canetadas. O presidente se disse preocupado com situação do país.

Fiéis até debaixo d’água
Ministros ideológicos destoam de Mandetta e Moro e mantêm fidelidade a Bolsonaro no coronavírus. Ministros defendem uso da cloroquina e isolamento apenas para grupos mais vulneráveis.

Porto-alegrenses nem
aí pra quarentena

Os pedidos de organismos estaduais, nacionais e internacionais não impediram que pessoas fossem passear neste domingo ensolarado. Apesar de as atividades ao ar livre não representarem risco extremo (sem aglomeração) os cuidados com a higiene são imprescindíveis. (Foto: Lauro Alves)

Dunga arrecada 10
toneladas de alimentos

O capitão do tetra de 1994 organiza ação entre amigos junto a projetos sociais e propõe “desafio do bem” para auxiliar necessitados e instituições de caridade no RS. A Instituto Dunga e Esporte Clube Cidadão assinam a campanha. Também foram arrecadadas duas mil fraldas que serão doadas para asilos. 

Polícia fecha loja da Havan
em Santa Catarina

Uma loja do empresário bolsonarista Luciano Hang foi fechada pela Polícia Militar. A PM havia autorizado a venda de chocolates, considerando que o serviço se encaixaria como de alimentação. Porém, os outros setores funcionavam normalmente, sem restrições de circulação. Havia até venda irregular de roupas. No estado, só podem funcionar serviços de saúde, segurança, alimentação e energia.

O veio quer fim
da quarentena

Luciano Hang (Veio da Havan) voltou a fazer coro ao discurso de Bolsonaro pelo fim da quarentena e reabertura do comércio. O empresário fez uma live com outros dois empresários do ramo de chocolates para mostrar o drama do mercado.

Fábricas de chocolate em
Gramado continuam paradas

Associação dos Chocolateiros da cidade prevê que 85% da produção não será comercializada. Lojas não estão funcionando devido à pandemia de coronavírus, mesmo a uma semana da páscoa.

Mato Grosso:
“Se pararmos de trabalhar,
morreremos de fome”

Mauro Mendes afirmou que não tem como pagar salário se não entrar receita no estado. “Os servidores devem continuar trabalhando. Diminuir para 6 horas, com revezamento. Se eu mandar os fiscais da Fazenda pra casa, quem é vai cuidar da arrecadação do estado? Se pararmos de trabalhar, vamos morrer todo mundo de fome. O meu desejo é pagar todo mundo”, afirmou.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios