Geral

Itália – enfermeiro mata namorada depois de acusá-la de lhe passar o coronavírus

Depois do assassinato da médica ele cometeu suicídio

Antônio De Pace, 28 anos, assumiu ter matado a namorada Lorena Quaranta, 27, por estrangulamento. O enfermeiro acusou a médica de ter lhe transmitido o vírus. Após o assassinato, De Pace teria ligado para a polícia confessando e cortado pulsos. A imprensa italiana diz que os testes sugerem que nem ele, nem a namorada estavam com o vírus.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios