Geral

Brigada apreende adolescente por desacato e desobediência

Santiago – Na tarde de terça, 31, as guarnições de serviço foram informadas de que havia uma aglomeração de jovens na antiga escola Rubem Lang, na BR 287. A denúncia era de que eles estariam bebendo e usando drogas. No local, todos foram abordados e identificados. Conforme a ocorrência da Brigada, um adolescente de 17 anos desacatou os policiais, além de instigar dois Pitbulls, os quais estavam sem focinheira. Também não obedeceu ordens de um policial. O adolescente foi apreendido e, mesmo algemado, investiu contra os policias. Acabou na Delegacia para providências. (fonte; Comunicação Social 5º R P Mon)

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Isso que tá ai é pura mentira os guris estavam andando de moto la porque Santiago não tem pista pra nos praticar o que gostamos então vamos la, se gostar de acelerar com os amigos é usar drogas? Então somos todos drogados por gostar do esporte.
    Essa reportagem é a maior injustiça que fizeram e ainda vão continuar fazendo.

    1. A reportagem não é mentira, senhor. Ela se baseia nos fatos registrados pela polícia. Nós apenas noticiamos. Quanto a ocorrência o senhor é livre para contestar a polícia, inclusive judicialmente.

  2. Boa tarde Sr. Éder Alves.
    Só pra questão de esclarecimento, eu estava no local e presenciei toda a ação afobada e de má condução dos procedimentos de abordagem DE ALGUNS policiais.
    No momento da chegada do efetivo policial, todos pegaram suas motos e enfileiraram lado a lado esperando a chegada da polícia. Onde na chegada o Sanches chegou ofendendo de palavras de baixo calão, sendo então que alguns não gostaram dessa atitude, pois ninguém ofereceu resistência a ordem de virar de Costa para ser efetuado a revista, foi então que o Sanches chegou no menor agredindo-o com tapas na altura do pescoço fazendo a tal pergunta “tu já foi abordado alguma vez?” três vezes, em cada pergunta ele desferia o tapa, então o menor falou que não tinha 18 ainda, Sanches alterado agarrou o rapaz desferindo mais tapas, onde junto dele chegou mais soldados pra conter o rapaz, nisso os cães que estavam atados e de fucinheira, se soltaram e foram junto do jovem, onde na excitação do momento um policial puxa a arma para desferir disparos nos animais, isso só não ocorreu por que um rapaz que estava entre os abordados segurou os cachorros, nisso um policial desfere chutes contra os animais. Nesse momento depois do rapaz já algemado, contido e sem resistência um policial desfere mais um soco no menor na altura dos peitos e diz a seguinte frase “tu pensa que tá lidando com quem?”.
    Passado todo esse acontecimento, os policiais efetuaram buscas pelo local a procura de drogas, ONDE NÃO FOI ENCONTRADO NADA.
    Após a busca dos policiais que não encontraram nenhum tipo de droga ilícita, foram consultar as placas e cnh.
    Um fato que ocorreu também foi com o policial Moisés, onde em fazer o questionamento da moto de um dos condutores, efetuou socos em suas costa e ainda o agrediu com uma vara de madeira que estava em mãos.
    Consultados os doc e minha cnh eu fui liberado.
    Essa é a versão de quem estava lá, não somente dos policiais onde eles jogam toda a culpa para os abordados, tirando suas responsabilidades de como proceder em abordagens. Aconselho ao comandante do 5° regimento a efetuar testes psicológicos em alguns policiais, sim alguns, devido ao estresse da profissão, isso já está afetando em seu discernimento de como agir em determinada situação. Falo de alguns, por que eu fui revistado e questionado por um policial muito bem tranquilo e seguro do seu trabalho.
    Espero que seja publicado meu comentário, desde já uma boa tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios