Segurança de Bolsonaro em estado grave

Um segurança do presidente Bolsonaro foi internado por causa do coronavírus. O capitão da Polícia Militar Ari Celso Rocha Barros estava em tratamento em casa, mas o quadro piorou. Ele não estava na comitiva do presidente que foi aos Estados Unidos. Mais de 20 autoridades e servidores que viajaram com Bolsonaro e se encontraram com a equipe do presidente Donald Trump contraíram o vírus.

Barros está no Hospital de Base de Brasília. Na manhã desta quinta-feira (26), o segurança estava “estável”. O policial tem menos de 40 anos e bom porte físico. No entanto, luta contra algumas doenças pre-existentes, como pressão alta, o que costuma agravar o quadro de quem é infectado com o vírus.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios