Muita vaca magra pela frente

ARTIGO DA SEMANA
Amélia Simões Schwertner estuda muito os fatores climáticos. Ela deu aula aqui na URI e hoje mora
na região de Venâncio Aires. É dela esse alerta:    “Estamos em início do fenômeno La Niña, quando as águas do Oceano Atlântico aquecem e as águas do Pacífico esfriam. Vai chover muito no cerrado do Sertão Nordestino. Para cá, muita seca. Inverno seco e frio e futuro verão seco também. Guardem as águas das poucas chuvas que virão; estamos no pico dos sete anos das “vacas magras”, como diz a Bíblia”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios