Promotor leva 53 dias de suspensão por ofensas em redes sociais

Promotor que gosta de xingar de comunistas e esquerdistas  leva um baita “gancho”

Porto Alegre – O Conselho Nacional do Ministério Público aplicou uma punição de 53 dias de suspensão, com corte de salário, ao promotor gaúcho Eugênio Paes Amorim, por publicações em redes sociais com xingamentos a “comunistas” e “esquerdistas”. De acordo com fontes do MP, a pena foi mais pesada porque Amorim é reincidente. No ano passado, o promotor foi afastado por 20 dias, também sem direito a salário, por supostas ofensas a duas juízas. Em 2017, levou um “gancho” de 15 dias por duvidar da integridade do juiz Mauro Caum Gonçalves em post no Facebook. Em 2016, havia sido suspenso por 10 dias, por ofender a delegada de polícia Vanessa Pitrez de Aguiar Correa, que alegou ter sido insultada por ele no Facebook. (Zero Hora)






PUBLICIDADE:
PARCERIA INFORMÁTICA

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios