Notícias da tarde

Polícia Federal descarta possível ataque terrorista ao Supremo Tribunal
A Polícia Federal disse que as ameaças seriam ‘genéricas’, sem planejamento elaborado para configurar ameaça de atentado. Mesmo descartando, agora, esse possível ataque, a própria PF emitiu um alerta ao ministro Alexandre de Moraes sobre evidências encontradas na ‘deep web’. A corporação diz que estava apenas cumprindo seu papel de avisar de forma preventiva o STF.

Quem investigará 
o caso Adriano?
|O ministro da Justiça estuda a federalização do caso de miliciano morto na Bahia. O presidente Bolsonaro disse que a medida poderia até esclarecer o caso da morte da vereadora Marielle Franco. Bolsonaro voltou a questionar o inquérito conduzido pela Polícia Civil do Rio.

Combate à pedofilia e 
pornografia infantil
Operação combate pornografia infantil em 12 estados e em mais quatro países. É a sexta fase da ‘Luz na Infância’. Os agentes tentam cumprir 112 mandados no Brasil e na Colômbia, nos Estados Unidos, no Paraguai e no Panamá.

Sérgio Côrtes e Cabral.

Ex-secretário de Saúde do Rio pega 16 anos
Sérgio Côrtes foi condenado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas em um processo da Lava-jato fluminense. O ex-secretário recebeu US$ 4 milhões em propina quando estava no governo de Sérgio Cabral. No mesmo processo também foram condenados os empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita.

ANJ e ANER: 
“Insinuações do presidente tentam 
desqualificar o livre jornalismo”
A Associação Nacional de Jornais e a Associação Nacional de Editores de Revistas divulgaram nota em repúdio aos ataques do presidente Jair Bolsonaro contra jornalista da Folha de S.Paulo. Ele fez insinuações sexuais sobre o trabalho da jornalista Patrícia Campos Mello. Em meio a risadas, ele disse que a profissional ‘queria dar o furo’.

Doria pede diálogo 
com Bolsonaro
O governador de SP disse que quer conversar com o presidente sobre os ataques que ele fez aos governadores. O documento, que também teve a assinatura de Doria, cobrava mais diálogo entre os executivos estaduais e o Planalto. ‘Não compreendemos gestão por whatsapp’, criticou Doria.

Petroleiros em greve 
Petroleiros decidem manter a greve mesmo após Justiça ter autorizado demissões. O Ministro Ives Gandra, do Tribunal Superior do Trabalho, autorizou a Petrobras a tomar medidas administrativas como corte de salários e demissão por justa causa. O ministro considera a greve ilegal.  A Federação Única dos Petroleiros informou ainda que vai recorrer dessa decisão. O julgamento definitivo da questão no TST está marcado para o dia 9 de março.

O entrave da pequena indústria 
Cresce o número de pequenos empresários que se queixam da carga tributária
Pesquisa CNI aponta que 46% dos empresários da indústria de transformação dizem que a cobrança de impostos é o principal problema da pequena indústria. O índice é semelhante nas indústrias extrativa e de construção. O número representa um aumento das queixas.





PUBLICIDADE:
NICOLA VEÍCULOS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios