Na busca por reeleição, Bolsonaro amplia vantagem

Pesquisa VEJA/FSB mostra que a intenção de votos no presidente foi de 33% para 37%, enquanto adversários ficaram estagnados; avaliação do governo melhorou. Ele oscilou para cima, no limite da margem de erro de dois pontos percentuais – de 33% para 37% -, enquanto outros presidenciáveis ficaram estagnados.

Fernando Haddad 
e Luciano Huck
Seu principal perseguidor no cenário mais provável é o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que oscilou negativamente de 15% para 13%. O petista está empatado tecnicamente com o apresentador Luciano Huck (sem partido), com 12%, e o ex-governador Ciro Gomes, (PDT), com 11%, que mantiveram seus percentuais da pesquisa anterior. Todos eles ficam numericamente abaixo da opção “nenhum”, que tem 16% das preferências.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios