DE OLHO NA RUA

Seria a volta da sombrinha?
Antigamente era comum se ver as pessoas usando sombrinhas e até guarda-chuvas para se protegerem do sol. Com o passar do tempo, esse acessório só é lembrado quando chove, e olhe lá. Mas com o sol muito forte e a pouca sombra em Santiago, alguns estão aderindo. Afinal, o sol é o maior “veneno” contra a pele saudável e acelera o envelhecimento. Esta foto foi tirada na rua Pinheiro Machado, centro de Santiago. 

CURIOSIDADE
A história da sombrinha
Supõe-se que as primeiras Sombrinhas surgiram na região da mesopotâmia há 3.400 anos. Como na região quase não havia chuva, elas eram usadas por reis e pessoas ricas da época para se protegerem do sol. Os materiais usados nas primeira. Muitas vezes, apenas folhas de palmeiras ou, em alguns casos, plumas de aves.


E hoje?
As Sombrinhas, do jeito que a conhecemos hoje, passaram a ser usadas pelos ingleses no século 18, desde então foram se tornando cada vez mais populares. Nos anos 50 as mulheres usaram as Sombrinhas muito mais pelo seu charme do que pelo seu uso prático, desfilavam pelas ruas exibindo seus glamourosos acessórios da moda.  E os homens também tinham seus modelos clássicos de Guarda-Chuvas, que na época faziam parte do visual de um cavalheiro.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios