Cruz Alta: Famílias à beira-linha podem perder suas casas

A concessionária do serviço ferroviário ingressou com uma ação de reintegração de posse. Os moradores dizem que todos têm escritura pública e registro dos imóveis. 

Duas mil famílias estão ameaçadas de perderem as casas. Segundo a Rumo Concessionária, os moradores construíram numa extensão em que não poderia haver construções. A empresa informou que o contrato de concessão pede que se preservem as áreas da União.
Obs. Em Santiago há casos bem semelhantes. 





PUBLICIDADE:
FARMÁCIA SANTIAGO + SAÚDE

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios