Suspensa a aplicação do agrotóxico 2,4-D

Edvard Kohn, agrônomo responsável pelos vinhedos da Vinícola Galvão Bueno, lamenta impacto na produção

A aplicação do 2,4-D será suspensa no Estado até o dia 31 de dezembro e pode ser revogada se os fiscais encerrarem a greve antes do fim do mês. A decisão foi tomada em reunião na Secretaria Estadual da Agricultura em reunião com Ministério Público, produtores, indústrias químicas e fruticultores atingidos pelo produto. Foi divulgado o restante das análises feitas em 103 propriedades: das 143 amostras coletadas, 132 deram resultado positivo para presença do herbicida – 92% dos casos – em 41 municípios

Jaguari, o mais atingido
Jaguari é o município com o maior número de confirmações: são 27, seguido de Dom Pedrito (7), Santiago (6), Santana do Livramento (5), Bagé (4) e São Sepé (4). Dos municípios com laudos positivos, 16 estão incluídos nas Instruções Normativas (INs) publicadas neste ano para tentar conter o problema.

Tarde demais
A medida é importante porque ainda têm aplicações do produto sendo feitas e acabou vindo tarde, pois quase 80% da safra de soja já foi semeada. Produtores dizem que suspensão teve foco errado. Deveria ter sido pelo alto índice de contaminação, e não pela greve dos fiscais agropecuários.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios