Professores seguem a greve, mas agora há uma certa luz

A expectativa dos professores é que o governo gaúcho ceda em relação ao pacote que será votado na Assembleia na terça, dia 17, já que até os aliados estão sensíveis à causa. Em Santiago a greve ainda é forte, embora alguns professores estejam trabalhando, informou Leandro Parise, diretor do Cpers Santiago. A greve completa hoje 17 dias letivos.

Ele diz que os professores nunca foram tão apoiados em suas paralisações como agora e que um diálogo poderá ser viabilizado nas próximas semanas. “Esse pacote trará mais reduções salariais aos professores, os quais desde 2014 não recebem aumento”, disse o sindicalista, lembrando que o salário para 20 horas é de 620 reais apenas. 
Foto: Na rádio Nova Pauta, Leandro Parise e Geanine Bolzan Cogo, do Cpers Santiago.
REVEJA A ENTREVISTA

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios