Homem confessa a morte de trans a facada em Santa Maria

Um homem de 28 anos foi preso pela morte da transexual Verônica de Oliveira, 40 anos, atingida por uma facada na madrugada de quinta (12). Ele confessou em depoimento após se apresentar na delegacia e alegou ter agido em legítima defesa. “Mãe Loira”, como era conhecida, foi enterrada com uma bandeira da causa LGBTQI+ envolta ao caixão. Ela era reconhecida na comunidade pelo trabalho em favor das pessoas transgêneros.


Três homicídios de transexuais
“Os três homicídios de transexuais ocorridos em 2019 em Santa Maria foram esclarecidos pela Polícia. O motivo para os crimes não está relacionado à homofobia e à transfobia. A prisão de agora contabiliza quatro indivíduos presos pelos citados homicídios. Os outros três permanecem presos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios