Giro crítico e noticioso

Repercutiu forte
O prefeito Tiago Gorski (PP) estava tarimbeiro de dar entrevistas nas rádios da região e a ser elogiado. Mas não estava acostumado a ser confrontado com perguntas à queima-roupa, como foi no “Giro Crítico e Noticioso”, da Rádio Nova Pauta. Tiago se saiu bem nas respostas, sim, mas trocou o sorriso e as piadas pelo semblante e o tom mais sério. Deu umas gaguejadas e teve que se descobrar, mas foi sincero nas respostas.

Obra prometida
Durante a entrevista na Rádio Nova Pauta o prefeito Tiago comentou que uma de suas frustrações foi não ter conseguido fazer as prometidas 60 casas por ano, por causa do Governo Federal que cancelou o “Minha Casa, Minha Vida”. Mas ressaltou que está fazendo mais asfaltos e calçamentos e prometeu que vai construir um banheiro melhor na praça.

Gildo elogia a rádio Nova Pauta
Santiago – O vereador do PP que é oposição ao prefeito, elogiou a entrevista com Tiago na Rádio Nova Pauta. “Isso que é imprensa questionadora. Meus parabéns à Sandra Siqueira e ao João Lemes, que fizeram perguntas que realmente deveriam ter sido feitas, sem medo e nem rodeio. O prefeito chegava a gaguejar nas respostas”, provocou.

Ruivo pra prefeito!
O polêmico vereador Gildo Fortes tem o seu candidato a prefeito: Júlio Ruivo. Ele abriu campanha pro ex-prefeito e lançou o seu nome na Câmara, demonstrando estar desgostoso com Tiago Gorski. Décio Loureiro não deixou barato: “Não sabia que o senhor tinha representatividade pra lançar alguém”.

Beijinho no ombro
O vereador Rafael Nemitz (PSD) saiu na defesa do prefeito Tiago, a quem tanto críticou, mas hoje aplaude, pois é recebido com chimarrão no gabinete. Bem diferente do tempo do Ruivo, pois Rafael diz que ele nem atendia suas ligações. “Se ele foi tão bom prefeito por que não foi eleito deputado estadual?”, questionou.

Leis que não pegam
A cada jogo do Inter e do Grêmio, dê-lhe rojões. No Natal, os estouros se fizeram ouvir. Nas redes sociais muitos questionavam “e a lei que proíbe o estouro de fogos?”. Bem verdade, leis são fáceis de se fazer e dos vereadores aprovarem. Agora, fiscalizar que é bom… As leis não precisam ser perfeitas; precisam ser exequíveis  sob pena de caírem no descrédito.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios