Giro crítico e noticioso

Capão do Cipó pega no batente
O vereador Jairo Charão (PDT) e um grupo de moradores do Bairro Santo Antônio trabalharam o sábado todo na limpeza do bairro, seja roçando ou  capinando, podando árvores e pintando os cordões. Ficou Show! Toda a despesa veio da comunidade, inclusive a gasolina e um saco de cal de pintura. Fica o registro ao seu Valdemar, Artidor, Juliano, Bruno, Didi. Na Missa de Natal na Capela Santo Antônio se ouviram elogios à essa ação.
Obs. Enquanto isso, tem vereadores querendo saber quanto o prefeito torrou em diárias no ano. 

Corsan em obras
Santiago – Nesta terça (17) a Corsan prossegue nas obras tão esperadas que vão melhorar o sistema de abastecimento dos bairros Vila Rica e Guabiroba. Na sequência dessa obra virão outras pela cidade, explicou o gerente Lusardo
Lusardo Baldiati Parizi.
Obs. Muitos querem água bom sem transtornos. 

Com a retirada de radares, 
cresce número de mortos
Após a retirada de radares móveis de estradas federais em agosto, cresceu o número de mortos e feridos em acidentes. Agora a Justiça mandou o governo retomar a fiscalização com equipamentos móveis até o dia 23. Ao mandar suspender o uso de radares móveis, o governo Bolsonaro justificou que tudo era máquina de arrecadação.
Obs. Que importa mais; a vida ou a multa?

Vereadora Cátina fora da Câmara
Jaguari – A Comissão de Ética afastou a vereadora Cátina Monteiro (PDT) por 60 dias. Ela teria quebrado o Decoro Parlamentar – Prática de ato irregular grave em suas funções -. Com a saída de Cátina (foto) entra o suplente Donisete Misievicz.
Obs. O Picoli vai colocar as barbas de molho?

Pecuarista nazista
Minas – A Polícia de Unaí (MG) abriu um inquérito para investigar o caso do homem que foi a um bar com uma braçadeira com o símbolo do nazismo. José Eugênio Adjuto, de 57 anos é pecuarista, dono de uma empresa que cria bois para corte. O artigo 20 da lei 7.716 diz que é proibido “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”. A pena é de dois a cinco anos de prisão e multa.
Obs. Isso é patológico.

Mulher presa por mau 
uso do seguro-desemprego
São Borja – A Polícia Federal prendeu uma mulher por fraude. Ela foi supostamente demitida e seguia trabalhando. Há suspeita do envolvimento do proprietário do estabelecimento na fraude.
Obs. Orre, bem feito!

Problemas no lixão
Santiago – Ontem foi falado na Câmara que a usina de reciclagem de lixo foi interditada pela Fepam por não ter condições de receber certos materiais, como sofás velhos etc. Também foi noticiado que não seria de responsabilidade da prefeitura esse tipo de recolhimento, e sim de uma empresa terceirizada.
Obs. Com essa o Gildo sai do partido de vez.


É notícia falsa
O secretário Haroldo foi procurado pela redação e disse que essa notícia é falaciosa. O que existe na usina é um antigo aterro sanitário para o qual há um pedido junto à Fepam para fechar as células que foram abertas. Também nunca houve pedido para depósitos de “volumosos” – cadeira, sofá etc. “A prefeitura não tem interesse em recolher esse material e para isso há uma empresa que se habilita”, explicou. 

Não à gordura trans industrial  
Especialistas alertam para danos cardiovasculares e colesterol alto e por isso a Anvisa proíbe o uso de gordura trans industrial em alimentos a partir de 2023. Indústria tem prazo de 18 meses para se adaptar ao limite de 2% da substância em produtos como sorvetes, pipocas, biscoitos, margarinas e congelados.
Obs. Pontos para a saúde!


Youtuber amiga da família Bolsonaro
 sofre ataque homofóbico

O ataque aconteceu após a youtuber se mudar para o Rio. Ela estava um quiosque na Barra da Tijuca, junto com a namorada, quando foi abordada por um homem, que de forma violenta questionou: “Como é que você consegue namorar um mulherão desses, hein?”. A provocação virou agressão rapidamente. A youtuber foi atacada por socos e pontapés, e foi socorrida pela namorada quando já estava desacordada.


A São Chico das CPIs

Parece praxe. Nenhum prefeito encerra o mandato sem uma CPI. Foi assim com Paulo Carvalho (PDT), Ademar Fescura (PP), Ernani Cruz (PP), Horácio Brasil (PP) e agora chegou vez de Paulinho Salbego (PDT). O motivo é a doação de terrenos aos de baixa renda. O fato inédito é que o próprio prefeito foi à Câmara e pediu que  todos votassem a favor da criação da CPI porque ele quer provar que não há nada de errado. As doações são previstas em lei.
Obs. Natalzinho maroto este.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios