Empresária alega ter sido de vítima de estelionato

Santiago – A proprietária de uma farmácia no bairro Alto
da Boa Vista registrou na Polícia Civil ocorrência contra um representante
comercial de uma empresa de distribuidora de medicamentos e perfumaria, o qual
emitiu um pedido de produtos para a farmácia sem a sua autorização.
Posteriormente, os produtos foram enviados juntamente com três boletos.
A empresária entrou em contato com o representante
comercial, comunicando-o que iria devolvê-los, o que foi feito. O acusado fez o
recolhimento e disse para ela pagar os boletos e ficar com créditos para as
futuras compras (procedimento relativamente normal).
Ocorre que ao fazer um novo pedido, foram emitidos novos
boletos. Em contato novamente com o representante comercial, este lhe garantiu
que iria dar baixa no sistema da distribuidora, o que não foi feito e a
santiaguense teve os títulos protestados. A empresária ressaltou que ficou sem
os produtos e com a dívida e seu nome protestado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios