China condena cientista que modificou genoma de dois bebês

CURIOSIDADE NOVA PAUTA
O cientista que provocou polêmica ao anunciar os primeiros bebês geneticamente modificados foi condenado a três anos de prisão. He Jiankui anunciou em 2018 o nascimento de gêmeas com o DNA alterado para que pudessem resistir ao vírus HIV que o pai havia contraído, mas o governo chinês ordenou a suspensão de suas atividades. O tribunal considerou que ele buscava fama e lucro a violar a regulamentação sobre a pesquisa científica e a gestão da Medicina. Ao modificar o genoma, o cientista provocou outras mutações que serão transmissíveis aos descendentes.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios