Vereador Picoli diz que foi agredido nas costas com uma barra de ferro e que não invadiu lugar nenhum

 Jaguari – Polêmico, alvorotado, mas sempre que pode ele passa na redação do Expresso para uma prosa. Após o episódio de ontem, em que se envolveu numa briga em Jaguari, o vereador do PDT jaguariense veio dar sua versão sobre o episódio.

Em rápidas palavras contou que não invadiu lugar algum, pois trata-se de um bar (público) onde foi para conversar e, na chegada acabou sendo atacado pelo proprietário Jair Pereira. Contou ainda que precisou sair correndo, quando foi atacado por trás com uma barra de ferro (conforme mostrou a este jornalista). Naquele impasse, juntou uma pedra de calçamento e ameaçou jogar no agressor, que só assim parou de persegui-lo e acabou caindo e se machucando a perna.

“Não entendo o porquê da agressão se eu sempre fui seu amigo, cantei no bar dele e ainda o indiquei para receber um título pelo Câmara”, lamenta Picoli, avisando que já procurou seus advogados, pois é uma pessoa idosa e que não foi lá puxar briga para acabar sendo agredido pelas costas.


Obs. A redação aguarda que o senhor Jair envie a sua versão dos fatos. Nosso repórter já está à sua procura. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios