Preso o maníaco do ácido em Porto Alegre

Ele queria mostrar 
à namorada que 
Porto Alegre era perigosa
Um empresário de 48 anos foi preso em Curitiba suspeito de atacar cinco pessoas com ácido sulfúrico em Porto Alegre, em junho deste ano. Entre as vítimas estão um homem e quatro mulheres. Uma delas teve queimaduras no rosto. As vítimas eram escolhidas de maneira aleatória. Wanderlei da Silva Camargo Junior teria provocado os ataques para demonstrar à namorada que Porto Alegre era uma cidade “muito perigosa” e, com isso, convencê-la a se mudar para Curitiba.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios