Começa a apodrecer o laranjal do PSL

Pernambuco – Foi deflagrada a operação que mira Luciano Bivar, presidente do PSL, partido do presidente Bolsonaro. Essa operação demorou quase dois meses para ser autorizada pela Justiça. O inquérito foi aberto após reportagens sobre suposto esquema de laranjas.

O jornal Folha de São Paulo mostrou que o grupo de Bivar teria criado uma candidata de fachada beneficiada com 400 mil de dinheiro público na eleição de 2018. Também há outros indícios de que houve candidaturas laranjas que faturaram mais de um milhão.
(Charge de Zero Hora)

O esquema deu início a uma crise entre o grupo de Bivar e o de Jair Bolsonaro, que ameaça deixar o partido. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios