A estrada do Diabo ou Diabo de estrada?

Um leitor enviou mail e fotos das reformas na RS 168 e não poupou “elogios”. A tão comemorada manutenção emergencial na ERS 168, entre Santiago e Bossoroca, pelo visto, foi só um mel pra adoçar a população que cobrava providências.

No trecho que vai do km zero, no entroncamento com a BR 287, até a “Curva do Pastel” (próxima ao trevo de acesso a Itacurubi) até foi feito um tapeio, espalhando piche, compactado pelas rodas dos carros.

No trecho entre a Bossoroca é a ponte sobre o Icamaquazinho, passaram a patrola e removeram todo o piche. Quando cruzam os caminhões, levanta uma polvadeira bárbara. Por fim, o trecho entre o Icamaquazinho e o trevo de acesso a Itacurubi continua uma buraqueira só. Essa rodovia deve estar arrendada pro Diabo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios