Jerônimo Goergen e Ernani Polo condenados à perda dos direitos políticos

Eles teriam mantido um servidor
que não comparecia à Assembleia Gaúcha

Porto Alegre – A Justiça condenou o deputado federal Jerônimo Goergen (PP) e o deputado estadual Ernani Polo (PP) à perda dos direitos políticos por cinco anos e proibiu-os de contratar com o poder público.

Também foi condenado o ex-presidente do MTG, Oscar Gress, que deverá ainda ressarcir os cofres públicos os valores recebidos na época em que permaneceu nomeado como assessor externo na Assembleia, além da multa.

A ação foi ajuizada em 2012, quando Goergen era deputado estadual. Na época, Oscar Gress era seu assessor sem comparecer ao trabalho. Goergen informou que Oscar trabalhava diariamente no Legislativo, quando, na verdade, estava na sede do MTG. Ernani Polo, na época, era chefe de gabinete de Goergen. Cabe recurso. (Fonte: Sul 21)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios