Domingo marcado pelos protestos na 377

Um dos maiores grupos formados por meio do WhatsApp é o que protesta sobre as condições das RS 377 (Santiago –  Joia)  e da 160 (Santiago –  São Luiz). Durante a semana o grupo se mobilizou e, no domingo, dezenas de carros estacionaram no trevo de Capão do Cipó tentando chamar a atenção do governo para a estrada que não tem mais condição alguma.

Há mais de mês o governo estadual anunciar 300 milhões para as rodovias, só que quase nada foi feito. Para a região de Santiago, o valor é de oito milhões, mas ninguém entendeu onde e em que o dinheiro será aplicado.

“Todos têm culpa”, diz produtor
O empresário Edimar Ceolin (Agropecuária SA) é um dos maiores produtores da região, com lavouras em Capão do Cipó, Santiago e Manoel Viana. Ele disse que luta pela reconstrução das estradas, sem olhar partido político. “Quem inaugurou a 377 foi o Rigoto, serviço muito mal feito. E todos os que vieram depois não fizeram um asfalto que prestasse”. Já a ex-prefeita de Tupanciretã, Iracema Pirotti, falou que a luta por estradas deve ser de todos, sem disputa política, mas buscando toda ajuda.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios