Juíza manda soltar seis que foram presos com a maior carga de maconha do RS

Porto Alegre – A juíza Lourdes Helena Pacheco mandou soltar seis presos pela Brigada com 4,6 toneladas de maconha (maior apreensão em 2019) no RS. Eles foram presos em flagrante enquanto cuidavam de um galpão e pesavam a erva. (As informações são de Zero Hora)

Os seis alegaram que sofreram violência policial. O Ministério Público manifestou-se contrário à soltura, mas a juíza entendeu ser necessário libertá-los em razão das agressões.

Um dos presos declarou  que “levou um tijolaço nas costas, nos braços e no pescoço, ficando com marcas visíveis corpo”.  A juíza pontuou que foi possível ver a camisa do flagrado com manchas de sangue. Outro homem disse ter sido agredido por grande número de agentes.

“Disse que sofreu muita violência policial, disse que foram 30 policiais, com chutes na barriga, joelhos, costas e pernas, conforme mídia (a audiência é gravada em vídeo).

A Justiça oficiou a Corregedoria da Brigada sobre as supostas agressões, para que os policiais sejam investigados.

O comandante do 11º BPM, coronel André Ilha Feliú, preferiu não comentar a decisão da juíza. No entanto, informou que serão “tomadas as devidas providências”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios