Giro crítico e noticioso

Ares de outono
(João Lemes) – A segunda-feira tem cara de um outono de verdade. Como é bom viver no sul da América, onde temos as quatro estações bem definidas e sem muito exagero. Pense nisso hoje e aprecie o outono maravilhoso (sem moderação).

Automedicação
Estudos comprovam que o brasileiro toma muito remédio. O santiaguense está nessa também. Quem duvidar, que conte as farmácias nós temos; já são mais de 35 para um público de 50 mil habitantes.

Dupla
Falando em medicação, duvido que o Moro e o Dalagnol tenham conseguido dormir sem um Rivotril. Aliás, os dois poderiam formar uma bela dupla: o Rivo e o Tril.

Paulada no joelho faz esquecer até dor de dente
Alguém queria esquecer o “estupro” do Neymar? O vazamento da conversa de Moro com os procuradores é uma boa dica. A natureza é perfeita. Nada como outra dor para esquecermos a outra.

Justiça sadia 
Sei que muitos irão dizer que os fins justificam os meios. Acontece que na magistratura é preciso isenção, credibilidade, certeza no que se e faz…

Eu também queria ver os condenados atrás das grades, mas queria e quero ver uma justiça sadia ou tudo se vai para o brejo.

Sabe-se que em caso e vazamento, se for para condenar, não vale, mas para inocentar é aproveitável. O direito é assim.

Não dá para ser como o tipo; se for a meu favor, tudo, se for a favor do outro, nada. Não há dois pesos e duas medidas.

Uma pena, porque tudo que o PT queria era essa bucha do Moro, o homem quem nem entrevista dava para manter casca, digo, a casta.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios