Quebra de sigilo de Flávio atinge ex-assessores do presidente Bolsonaro

A quebra dos sigilos bancário na investigação sobre as movimentações do senador Flávio Bolsonaro, filho de Bolsonaro (PSL), atinge cinco ex-assessores do presidente que trabalharam tanto no seu gabinete  (Câmara dos Deputados) como no de Flávio (na Assembleia do Rio).

Ao todo, quebra de sigilo atinge um total de 86 pessoas e nove empresas.

A quebra dos sigilos é o primeiro passo da investigação após um relatório do governo federal apontar movimentação suspeita de 1,2 milhão na conta de Queiroz, um militar aposentado que atuava no gabinete do filho de Bolsonaro.

Flávio já tentou paralisar as investigações por duas vezes sob o argumento de quebra ilegal de sigilo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios