Giro crítico e noticioso

DITADURA – Remédio amargo
O governo federal distribuiu vídeo em defesa do golpe de 64. “A derrubada de João Goulart do poder, que marcou o início do período de 21 anos de ditadura militar, foi apenas um movimento para conter o avanço do comunismo. A notícia tomou conta das redes com opiniões diversas. Os mais sensatos dizem que o golpe foi um “remédio amargo” e que nunca mais querem prová-lo.

Padre Alvano: “Muita bronca e pouca ação”.
“Qualquer ditadura é sempre deplorável. Provoca estragos irreparáveis. Suprime as liberdades em nome de uma ideologia que serve a interesses geralmente pouco claros. Esse governo, de forma mais ou menos explícita, fomenta a ideia de um pensamento único. Somente ele sabe das coisas. Os outros não sabem pensar, precisam ser tutelados. As diferenças no pensar e no agir são vistas como estranhas, precisam ser negadas e suprimidas. Isso é inaceitável. O governo precisa administrar para todos e já devia ter começado. Estamos aguardando. O desemprego está aí, crescendo, crescendo…Muita conversa, muita bronca e pouca ação.” (Padre Alvano Freitas – Santiago –  em rede social)

Pobres mulheres
Mais uma vez o fim de semana foi violento no Estado, com predomínio de ataques contra as mulheres. Muitas foram mortas, esfaqueadas e estupradas. Na maioria das vezes, o agressor era  justamente o encarregado pela sua segurança.

Engolindo frango
O Brasil abrirá escritório diplomático em Jerusalém como extensão da embaixada. O discurso de Bolsonaro já não é o mesmo da campanha, quando falava em extinção geral de qualquer escritório brasileiro naquele país. Ele viu que o Brasil perderia 11 bilhões em exportações para o mundo islâmico, principalmente de frango.

A Dupla Sandy e Júnior e a Justiça
Dia 21 de setembro a dupla Sandy e Júnior cantam em Porto Alegre. O curioso é que a turnê Nossa História está sob investigação federal em Brasília e agora foi alvo de novo processo por irregularidade nas vendas de ingressos em Paranaíba (MS). Duas fãs conseguiram uma decisão judicial que obriga a Ingresso Rápido a vender duas entradas premium sem taxa de conveniência para o show de São Paulo, em agosto.

Remédios mais caros
O governo federal autorizou reajuste de até 4,33% no preço dos remédios. As empresas produtoras de medicamentos poderão ajustar os preços de seus medicamentos em 31 de março de 2019.

Temporada de caça aos pardais
O presidente disse que barrou a instalação de 8 mil radares nas rodovias federais. Segundo ele, esse número considera os pedidos prontos que foram levantados pelo Ministério da Infraestrutura. “Determinei de imediato o cancelamento de suas instalações. Sabemos que a grande maioria tem o único intuito de retomo financeiro ao Estado”, afirmou.

Mais mudanças – Ainda destacou que o processo de fiscalização deve ter mudanças. “Ao renovar as concessões de trechos rodoviários, revisaremos todos os contratos de radares verificando a real necessidade de sua existência”.

Quanto mais radares, mais segurança…
Muitos especialistas em trânsito dizem que os radares obrigam o motorista a trafegar na velocidade certa. Quanto mais radar, mais segurança. O mau motorista coloca os outros em risco quando acelera e freia ao saber onde os radares estão instalados. O radar é para controlar esse comportamento infracional.

Ao ver a declaração do presidente, a empresa Fotosensores, que estava instalando novas lombadas em 15 cidades da região, suspendeu os serviços. 

Obs. Na nossa região, só há um radar funcionando na federal, BR 287. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios