Giro noticioso e político

De buraco em buraco…

É incrível a quantidade de políticos que fazem videozinhos nos buracos das estradas da região. Agora descobriram um jeito de sair na mídia das redes. Teriam que ter visto antes de virarem no que viraram. O último a fazer vídeo foi o deputado Valdeci (PT).

No pescoço do Costela
No Expresso desta semana consta que os políticos da região foram quase corridos do palácio ao peitarem o secretário Costela sobre as crateras das estradas. Uma vereadora de São Chico disse no jornal que tinha vontade de pular no pescoço do Costela.

Aí o jornal indaga: “E do antigo, ninguém fala nada? Ou foi o Costela que deixou assim?”

Pimenta nos olhos

Falando em PT, o Paulo Pimenta fez um discurso empolgante em Jaguari, na inauguração da escola modelo, feita com verba federal do tempo da Dilma. Pimenta disse que verbas como essa para a educação, o Brasil não terá mais.
Não sei de que lado está Jaguari, só sei que o cara foi aplaudido. Veja vídeo da fala do Pimenta e outros momentos – Essa voz entoando os hinos é da jaguariense Patrini Marin)

Posta, presidente!

Falado em governo, neste final de semana o nosso presidente foi de novo nas mídias sociais. Desta vez, destratando uma jornalista da Folha de São Paulo. Ele quer entrar para a história como o presidente blogueiro.
Froner e Flores
O santiaguense Itacir Flores segue firme na chefia da Junta Comercial do estado. Nesta semana ele recebeu o prefeito Osvaldo Froner, de Capão do Cipó. Tudo indica que Itacir siga no cargo mesmo com a troca de governo, haja vista o grande trabalho que vem fazendo.
Capão do Cipó logo terá uma grande feira, a Expocipó. Será no fim e abril. Em breve, mais detalhes.

Direto da Expodireto

O conselheiro Marco Peixoto está na Expodireto, de Não-Me-Toque. Essa é uma das maiores feiras do agronegócio do país. Até o vice-presidente Mourão está por lá. Na foto: O deputado Zucco, Peixoto,  Mourão e o ex-ministro Marun, hoje conselheiro da hidrelétrica Itaipu Binacional.

Prefeito assanhado
Não-Me-Toque ficou famosa pelo caso do prefeito Armando Carlos Roos (PP) e os processos de assédio sexual. Duas servidoras alegaram que eram ameaçadas de perder o cargo caso não aceitassem suas investidas. Tudo veio à tona em 2018. O prefeito tarado foi afastado.
Reveja o vídeo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios