Funcionário de supermercado é preso por furto

Santiago – Mais um
caso de furto foi registrado na rede Guasso. Desta vez o autor era um
funcionário em experiência no supermercado da Aparício Mariense. Conforme o
registro policial, Feliphe Bitencourt dos Santos (20 anos) encheu duas mochilas
de produtos e à tardinha entrou em seu carro que estava perto do local. A
Brigada foi acionada, o autor foi abordado e os produtos (total de 235,00)
recuperados. Feliphe foi apresentado na Polícia Civil onde foi autuado por furto qualificado. Após, acabou recolhido ao
presídio.
Em dezembro de 2018, uma idosa de 72 anos foi flagrada
colocando vários produtos na bolsa. Foi levada ao escritório e, durante a
revista, foram encontrados 23 itens, como chocolate, goiabada, coco ralado,
palito de dente, chá, gelatina e pedra sanitária, totalizando 102 reais. Foi
levada à Delegacia, autuada por furto simples e acabou liberada para responder
em liberdade.
Roubo chega a um milhão por ano
Conforme o empresário Vander Guasso (Rede Guasso), o valor de uma, 10 ou 100
cestas básicas não faria diferença. “O que faz a diferença é o somatório do que
é roubado quase que diariamente, representando até 35% de todas as perdas de um
mercado”. Vander calcula que os pequenos furtos, apenas nos cinco supermercados
Guasso de Santiago, representem perdas perto de um milhão de reais por ano.
“Esse dinheiro seria suficiente para abrir outra filial e gerar 50 empregos”, disse
o empresário ao jornal Expresso.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios