Eu, servente de pedreiro

 ARTIGO DO DIA
(J.Lemes) Hoje está sendo um dia muito importante. O último capacete que usei foi há 40 anos, quando era servente de pedreiro. Meu medo era quando o patrão contratava um bom pedreiro. Eu, acostumado com “meia-colheres”, botava os bofes pra fora carregando massa. Mas tudo bem, nunca foi preciso ouvir queixa.
Hoje retornei àqueles tempos ao visitar as obras do novo empreendimento do grupo Damian. Talvez, entre o grupo da imprensa, poucos conheçam a profissão como eu. Não me sinto diferente por isso, apenas gratificado, pois, naquela época, sentia muito orgulho do meu emprego, assim como sinto hoje, na profissão de jornalista.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios