Bagé – morre o homem que estava com a perna tomada por larvas na Santa Casa

Uma fratura que poderia ter sido resolvida à base de cuidados corriqueiros, levou à morte o mototaxista Eduardo Corrêa Costa. O mototaxista não resistiu às complicações da perna necrosada por falta de cuidados na Santa Casa de Caridade. Eduardo havia fraturado a perna em um acidente e teve que fazer cirurgia para amputá-la, pois ficou necrosada após duas cirurgias e falta de troca de curativos e higienização no hospital. (Site Caderno7 – Reportagem: Marcelo Ribeiro, via site Bagé 24h).


Reveja o fato

Bagé: perna de paciente apodrece e cria larvas em plena Santa Casa

Um mototaxista que sofreu fratura numa perna, foi internado na Santa Casa. Depois de dias sem trocar o curativo, viu sua perna apodrecida e com larvas.

Eduardo Corrêa Costa, 53 anos, foi internado e passou por duas cirurgias, 22 e 25 de janeiro. Ele não teve acompanhamento médico e nem troca do curativo desde então, segundo familiares.

Ao trocarem o curativo, um choque: o paciente estava com a perna deteriorada e com larvas.

Eles ainda questionaram “por que a troca não tinha sido feita”, disseram que esta deveria ser feita somente pelo médico.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios