O imbecil da rede social

ARTIGO DO DIA

(por João Lemes) – A rede social estreita caminhos, ajuda a fazer amigos, diverte… Mas e quantos usam com os propósitos acima? Raríssimos. O que fazem é zombar dos feios, dos gordos, dos pobres, dos gays… Também proliferam os boatos e a violência visual mostrando cenas terríveis com gente morta ou rebentada. Serve ainda a muitos crimes de falsificação e aos apelos sexuais proibidos.

Também é incrível como as pessoas cada vez mais interpretam os fatos, notícias e falares conforme seus gostos e paixões. Bastaria um olhar mais atento, sem muito passionismo, que a verdade viria à tona sem ter que fazer aquela laúza nas redes.

O filósofo Umberto Eco disse que a tecnologia na informação deu voz aos imbecis. Antes eles falavam essas coisas num bar depois de uma taça de vinho, sem prejudicar ninguém. Mas a Internet promoveu o idiota a dono da verdade e promove o imbecil a prêmio nobel.

As redes são deveras importantes, mas nunca vi alguém errar algo e dizer: “olha, gente. Eu me enganei. Desculpa aí”.  

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios