Ministro Onyx usou notas em série de amigo para receber verba de gabinete

Saiu hoje em Zero Hora que por quase 10 anos, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), usou 80 notas fiscais de uma empresa de consultoria tributária para receber da Câmara 317 mil em verbas de gabinete. Dos 80 cupons, 29 foram emitidos em sequência pela Office RS Consultoria Sociedade Simples, indicando que o ex-deputado foi o único cliente da empresa por meses a fio.
A firma pertence a Cesar Augusto Ferrão Marques, técnico em contabilidade filiado ao DEM há 24 anos e que trabalha nas em suas campanhas. Marques também faz a contabilidade do partido no Estado e recebeu 175 mil em 2017 por meio de uma empresa que atua sem registro no Conselho Regional de Contabilidade.
Obs. Os dois negam que haja alguma irregularidade em suas trajetórias.


Há pouco, Lorenzoni admitiu ter recebido dinheiro de caixa dois da JBS. Ele diz que não declarou 100 mil que recebeu para pagar despesas de campanha e afirmou que não houve corrupção, e que procurou o Ministério Público para contar o que fez.

Resta saber até quando o homem forte de Bolsonaro vai aguentar. Uma pergunta que o santiaguense Marcelo Brum deve ter feito a si várias vezes, já que a cadeira de Oniy é sua hoje.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios