Polícia age rápido, evita assalto e prende quadrilha

A polícia santiaguense frustrou a ação de uma quadrilha
que pretendia assaltar uma mansão de um grande empresário no centro da cidade.
Os três bandidos estavam sendo monitorados pela Polícia Civil e pela Brigada há
mais de 24 horas. Conforme o delegado Guilherme Antunes, após várias horas de
trabalho o esconderijo do trio foi descoberto, na rua 20 de Setembro (bairro
Riachuelo).
A casa foi monitorada até o momento que eles saíram para
cometer o crime. Foram acompanhados até perto da Felice, mas não obedeceram à
ordem de abordagem. Houve perseguição pela Bento Gonçalves (na contramão) com
troca de tiros. A perseguição acabou perto do Posto do Macarrão, sendo
contidos e presos Paulo César Soares da Costa (20 anos), de Santiago; Dionatan
Martins Pacheco (26 anos), foragido de Tupã; Cleiton Lautério (20 anos),
natural do Paraná e residindo em Canoas. Ninguém se feriu. Eles responderão por tentativa de homicídio contra os policiais, porte ilegal de arma, receptação de veículo clonado entre outros.

Com eles foram apreendidos um revólver calibre 38,
máscaras e um pé-de-cabra. O veículo usado era clonado com placas de Santiago,
o que chama atenção e dificulta o trabalho da polícia. Guilherme Antunes diz
que o trio pertence a uma grande facção criminosa do Estado (nome não
revelado). A operação policial chamou a atenção da comunidade santiaguense. Ao
final, a polícia foi aplaudida pelas pessoas que foram ao local.(Fotos; Éder Alves/Expresso)
Assista ao vídeo das prisões.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios