A tolice de esquerda e direita

ARTIGO DO DIA
(J.Lemes) Todo e qualquer radicalismo estraga. Sabemos disso (ponto). Então, larguem dessa besteira de se dizerem de esquerda, de direita, uma presta outra não presta. O país precisa estar equilibrado, ora pendendo para um, ora para outro lado.

Quanto às massas, elas não estão nem aí para esquerda ou direita. Elas querem é uma vida melhor. Também não estão mais ligando para partidos, apenas para os candidatos.

Digo isso porque em breve o Expresso vai revelar qual o partido tem mais ou tem menos filiados. Será que há, de fato, algum partido grande em número de filiados como antigamente?

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios