Lula às voltas com os processos do sítio

Segundo o Ministério Público Federal, as empreiteiras Odebrecht, OAS e Schahin pagaram um milhão em propina ao ex-presidente Lula por meio de reformas e obras de benfeitorias no sítio de Atibaia.

O ex-ministro Gilberto Carvalho prestou depoimento. Ele falou que o próprio Lula lhe relatou que cogitava comprar o sítio, mas achava “muito longe”.

Ainda, conforme Carvalho, havia “um desespero” entre os assessores de Lula porque seria necessário encontrar algum lugar para o acervo presidencial. “Acabaram falando com Fernando, que emprestou a chácara para que eles usassem”, disse Carvalho.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios