Balbúrdia no Apolinário

(J. Lemes)
Nem bem iniciaram as aulas e tomem reclames. Hoje um pai de um aluno da escola Apolinário ligou desesperado. Seu filho de 10 anos passou pra 6ª série e a surpresa já veio ao entrar na nova sala: 33 alunos, muitos na faixa dos 14, 15 anos, repetentes e bem levados. Ele não aceita que uma escola de renome permita isso, não separando a turma em duas. 
Empurra-empura – A direção empurra pra Coordenadoria que vai deixar tudo como está, pois o mínimo é 20 e o máximo, 35 por sala. De forma que assim “está bom demais”. 
E vocês, pais, o que nos dizem? Cadê as nossas autoridades em educação, cadê os nosso políticos?

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios