Utilidade pública

Cuidado com o contrabando
(colaboração: Denilson Cortes – Expresso) Quem for aproveitar o feriadão para viajar a Rivera ou ao Paraguai deve ficar atento. A polícia federal intensificou a fiscalização e está de olho nos produtos contrabandeados. A cota é de 300 dólares por pessoa e alguns itens (celular, câmera fotográfica e relógio de pulso) não precisam ser declarados, pois desde outubro passaram a integrar a cota pessoal.
O que pode ou não pode trazer
Também serão isentos produtos de higiene e beleza, carrinhos de bebê e equipamentos como cadeiras de rodas, muletas e andadores. Haverá limites para alguns produtos: 12 garrafas de bebida alcoólica; 10 maços de cigarros com 20 unidades cada; 25 charutos.
Compras de eletrônicos para uso profissional, desde que comprovado, não precisam ser declaradas. Mas é preciso apresentar nota fiscal. Notebooks e filmadoras ficaram fora da lista de bens de uso pessoal. Devem ser declarados e entram na cota.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios