Queixa contra o Expresso São Pedro

Ônibus deixa unistaldenses na mão
Moradores de Unistalda entraram em contato com o Rafael Nemitz para relatar situação vivida no final da tarde deste domingo. Cerca de 30 pessoas que aguardavam na rodoviária de Unistalda para embarcar rumo a Santiago, São Vicente e Santa Maria foram impedidas de subir nos carros da empresa Expresso São Pedro. De acordo com os passageiros, os motoristas e cobradores alegaram que não havia lugar e que a empresa havia sido avisada da super lotação e, mesmo assim, mandou que os carros prosseguissem e que “levassem somente alguns passageiros”. Funcionários da rodoviária tentaram contato com a São Pedro, porém em vão. Mulheres com crianças, idosos e principalmente estudantes tiveram seus planos cancelados devido ao descaso.
E as críticas não param por aí… Os moradores de Unistalda reinvindicaram veículos com melhores condições de trafegabilidade. De acordo com eles, a precariedade de alguns carros coloca em risco a vida de passageiros e, inclusive, dos próprios funcionários da empresa.
Com a palavra, a Expresso São Pedro…

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Mensagem para que o visitante desative o bloqueador de anuncios